22 de maio de 2024 - 21:51

Variedades

15/12/2023 08:03

Dicas de férias pela ótica dos especialistas em educação

Descansar pode ser considerado tão necessário quanto estudar. “É importante ter o momento de paradas, se distrair das obrigações, relaxar e desacelerar. Nesse período, o corpo precisa se revigorar, é como recarregar as baterias para voltar mais bem disposto e, consequentemente, pronto para aprender mais e melhor”, explica Maria Cristina Costa Fernandes, coordenadora do Período Integral do Colégio Rio Branco - Unidade Granja Vianna.

 

O período de férias pode ser um grande aliado do desenvolvimento socioemocional dos estudantes, uma vez que promove momentos de descontração e de socialização, sem todas as regras rígidas e disciplinares que geralmente o permeiam durante o período letivo. O que não quer dizer que não haja a necessidade da manutenção de uma rotina mínima, importante para um retorno saudável, depois das férias.

 

Segundo a assessora pedagógica do Programa Líder em Mim, Fabiana Santana, essa pausa na rotina também favorece a renovação física e mental dos estudantes. “Além da renovação emocional se levarmos em consideração que é nesse período que se tem a oportunidade de estreitar laços familiares. O cansaço físico também pode ser incluído nessa fase, já que por não estar fechado em uma rotina rígida diária, pode-se acordar um pouco mais tarde e ter um tempo maior de descanso e de lazer. Momentos em família podem ser realmente significativos e enriquecedores para o desenvolvimento de habilidades socioemocionais, promovidas por essas interações”, afirma ela.

 

Dicas de lazer com atividades educativas

Se você está em busca de férias repletas de diversão e de aprendizado, São Paulo é o destino ideal! O coordenador do Ensino Médio da Escola Vereda, Mateus Lopes, selecionou algumas sugestões de atividades que unem lazer e conhecimento, proporcionando experiências inesquecíveis para toda a família.

 

Paranapiacaba, Santos e Museu Catavento:

Além de vivenciar uma experiência fantástica com a natureza por meio das belas trilhas da região, Paranapiacaba é o lugar ideal para aprender um pouco mais sobre as ferrovias no Brasil e sobre o café, nosso principal produto de exportação no século XIX.

 

Já em Santos é possível desvendar os mistérios além das praias, mergulhando na história do Brasil e na história de São Paulo. Em um pitoresco passeio de bonde, não apenas aprecie as belas paisagens, mas também visite a Bolsa do Café para entender a importância desse grão na economia nacional. Santos revela-se um verdadeiro museu a céu aberto! Tratando de museus, no coração de São Paulo, o Museu Catavento combina aprendizado e diversão de forma única. Explore os segredos da ciência, mergulhe nas curiosidades do universo e descubra a origem da vida. Uma experiência interativa que envolve todas as idades em um ambiente educativo e descontraído.

 

Descanso dos professores nas férias

Com uma rotina intensa de trabalho, as férias escolares não são um período de descanso apenas para os alunos, mas também para os docentes. De acordo com Mariana Bello, especialista em Recursos Humanos da FourC Learning, instituição focada no desenvolvimento profissional de professores e de gestores, a atividade do professor demanda bastante emocionalmente do profissional, por isso é importante valorizar o descanso dos educadores nas férias.

 

“Durante esse período, é importante que eles exerçam atividades que gostem e façam bem a sua saúde física e psicológica, como tomar sol, caminhar e ter um sono de qualidade. Essas ações permitirão que eles voltem no início do semestre recarregados de alguma forma, fazendo o que eles fazem de melhor, com mais energia e com vontade de ensinar”, afirma Mariana.

 

Dica de passeio cultural em família

Nessas férias, uma ótima dica de passeio para toda a família é visitar o museu e o parque da Fundação Maria Luisa e Oscar Americano, localizada no bairro Morumbi, em São Paulo. Esse é um dos poucos espaços da capital que possuem em um mesmo lugar um amplo acervo em obras do período Colonial, Imperial e do século XX e uma exuberante área verde com vegetação rica em espécies de Mata Atlântica, considerada uma das mais importantes reservas ecológicas da cidade. Lá, os visitantes podem apreciar o acervo do museu, que conta com obras dos principais mestres do modernismo, como Portinari e Di Cavalcanti. Além do museu, vale a pena desfrutar do ambiente externo, um espaço fresco e aconchegante para ler, meditar ou brincar com as crianças em meio aos jacarandás, sibipirunas, angicos e paus-brasil.

 

Outra recomendação de atividade em família na Fundação é participar de oficinas de pintura ao ar livre conduzidas pelo Projeto Inspirar-te, que serão realizadas nos dias 13, 20 e 27 de janeiro e 3 de fevereiro. Cada pessoa que participa gera uma vaga para uma criança em situação de vulnerabilidade social de Heliópolis conhecer museus da cidade de São Paulo. Informações sobre valores podem ser solicitadas via Instagram @projetoinspirarte ou pelo telefone (11) 96481-8008.

 

Para alimentação, o espaço conta com um salão de chá, onde os visitantes podem optar por uma variedade de opções, à la carte ou com preço fechado, incluindo brunch, pratos para almoço, sobremesas e chá completo. A Fundação Maria Luisa e Oscar Americano funciona de terça a domingo, das 10h às 17h30. Os ingressos custam R$ 30 (estudantes e maiores de 60 anos pagam meia). Todas as terças-feiras a entrada é gratuita. Para optar por visitas guiadas, conduzidas pelos educadores da Fundação, basta agendar pelo telefone ou WhatsApp 11 91433-4685. Mais informações em https://www.fundacaooscaramericano.org.br/

 

Como estudar inglês nas férias?

Para os estudantes que estão no caminho de se tornarem bilíngues, as férias não são motivo para parar de estudar o idioma, pelo contrário. “A prática regular é fundamental para consolidar o que aprenderam durante o ano letivo. Praticar o inglês durante as férias ajuda a reforçar o vocabulário, as estruturas gramaticais e as habilidades adquiridas”, diz Tayrone Medeiros, conselheiro pedagógico da Eduall, solução bilíngue da SOMOS Educação.

 

No mês de dezembro, por exemplo, o Natal pode ser um tema perfeito para engajar as crianças e os adolescentes na prática da língua inglesa. É possível estimular o contato com jogos, filmes, livros ou o contato com histórias sobre esta data, além de festivais sobre o tema. Há ainda aplicativos com atividades interativas como metal-up, da Eduall — para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos. São ferramentas que reforçam o aprendizado do idioma estrangeiro, de forma divertida. 

 

Planejando um intercâmbio nas férias

Durante as férias, muitos estudantes pensam em se planejar para fazer uma viagem de intercâmbio. Para saber por onde começar, Lara Crivelaro, CEO e Fundadora da Efígie, edtech especializada em educação internacional, explica como os alunos podem começar a organizar a sua viagem de intercâmbio passo a passo.

 

“A recomendação para os estudantes que têm interesse em fazer um intercâmbio é que comecem definindo qual é a sua prioridade. Pode ser aprimorar o idioma, buscar uma universidade fora do Brasil ou um curso para reforçar o currículo, por exemplo. Essa definição é importante porque o intercâmbio tem várias possibilidades, desde aprender um novo idioma até fazer uma imersão em uma determinada cultura, por isso é preciso entender o seu objetivo. Depois disso, o jovem deve analisar quais países oferecem as melhores condições para o que está buscando, tanto em custo-benefício, quanto em estrutura, e, partir de então, procurar empresas sérias que te ajudem a encontrar a melhor opção para o seu perfil”, afirma Lara.

 

Como se preparar para voltar a estudar durante as férias?

Para quem pretende retomar os estudos após as férias, é fundamental a organização com antecedência para assegurar vagas em instituições e cursos. Deborah Francischelli, Diretora Geral do Curso Evidente, franquia especializada em cursos preparatórios, explica que isso é necessário porque a maioria das matrículas é realizada em dezembro para o início do ano letivo e discorre sobre como é possível estudar durante o período de férias. “O aluno pode verificar se a escola oferece revisões em sua plataforma de ensino ou material didático. Com base nesses conteúdos, é possível estabelecer uma rotina de estudos para atualizar-se e iniciar o ano mais preparado”.

 

No entanto, a pedagoga destaca a importância do descanso durante o período de férias para que o estudante não crie um ambiente de autocobrança excessiva. “Ao longo dos semestres de estudo, o ritmo será exigente, ainda mais considerando as outras atividades diárias como trabalho, família e atividades físicas, por isso é muito importante que durante as férias haja uma pausa. Neste tempo, o estudo pode ser realizado de outras formas, por exemplo com a leitura de livros e até a simples observação da natureza”, finaliza Deborah.